Cuidado com materiais: como evitar a oxidação do aço? - Votoraço

Como evitar a oxidação e corrosão do aço?

O processo de oxidação do aço é um processo natural e bem comum. É uma reação natural do aço, que se dá pelo contato do ferro (Fe) presente no produto com o oxigênio (O2) do ar e/ou água (H2O).

A primeira etapa do contato com o oxigênio é a formação de uma camada cinza denominada “carepa”. À medida que o material perde esta camada (através do processo de dobramento, endireitamento, exposição a intempéries, etc.), ocorre uma nova reação que forma uma camada marrom avermelhado, denominada oxidação ou ferrugem.

A principal diferença entre oxidação e corrosão é o fato da corrosão se tratar de um processo de decomposição, ou seja, o material passa a desplacar ou escamar (soltar pedaços), gerando uma perda de seção e comprometendo assim sua aplicação.

A oxidação superficial não compromete a aplicação do material, conforme item 4.3 da norma ABNT NBR 7480:2007 – AÇO DESTINADO A ARMADURAS PARA ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO – ESPECIFICAÇÃO.

Vale lembrar que as barras e os fios de aço destinados a armaduras de concreto armado devem ser isentos de defeitos prejudiciais, tais como: esfoliação (escamas), corrosão, manchas de óleo, redução de seção e fissuras transversais.

A oxidação do produto é admitida somente quando for superficial, sem comprometimento de sua conformação geométrica. Em caso de dúvida quanto à gravidade dos defeitos observados, o material deve ser submetido a ensaios para a comprovação de suas propriedades.

Como evitar a corrosão do aço?

  • Cuide da superfície onde o material é estocado e armazenado.
  • Evite o contato com a água – O contato prolongado do produto com água, através de estocagem em área descoberta em regiões de poças d’água.

Em caso de dúvidas quanto à qualidade do material, entre em contato com a nossa equipe Técnica, via Fale Conosco.